sábado, 28 de setembro de 2013

xale em croché

 amiguinhas boa tarde nossa fazia tempo que aqui não vinha ,pois é mas aqui estou eu de novo iupyy
 e com estas 3 belezas ,agora ando na febre dos xales kkkkkkkkk
este laranja foi feito em algodão, bom espero que gostem eu amei e já estou a fazer mais kkkk

sábado, 24 de agosto de 2013

abreviaturas de croche em alguns idiomas


Português BrasileiroAbrevInglês AmericanoAbrevInglês EuropeuAbrev
CorrentinhacorrChain stitchchChain Stichch
Ponto baixíssimopbxSlip stitchsl stSingle crochetsc
Ponto baixopbSingle crochetscDouble crochetdc
Ponto altopaDouble crochetdcTreble crochettr
Meio ponto altompaHalf double crochethdcHalf treble crochethtr
Ponto alto duplopaD (ou pa duplo)Treble crochettrDouble treble crochetdtr
Ponto alto triplopaT (ou pa triplo)Double treble crochetdtrTriple crochettcc
MoscaPopcornpop
PicotpicPicotpicPicotpic
AgulhaHookhkHookhk
CrochetarTo crochetTo crochet
PontoptStitchstStitchst
CarreiracarrRowRow
RepetirRepeatRepeat
Alça (do ponto)LooplpLooplp
Laçar na agulhalaçYarn overyoYarn overyo
EspaçoespSpacespSpacesp
PularSkipskMissmiss
PróximopróxNextNext
Anterior ou Últimoant ou últLastLast
DiminuirdimDecreasedecDecreasedec
AumentaraumIncreaseincIncreaseinc
Anel, ArgolaRingRing
Fechar em anelJoin in to ringJoin in to ring
Português BrasileiroEspanholItalianoFrancêsAlemão
CorrentinhaCadanetaCantenellaChainetteKette
Ponto baixíssimoPunto levantadoPunto bassissimo
Petit
Maille
Kettmasche
Ponto baixoMedio puntoPunto bassoMaille serréeFeste masche
Ponto altoPunto enteroPunto altoBrideStöbchen
Meio ponto altoMedio punto enteroMezzo punto altoDemi brideHalb stöbchen
Ponto alto duploTreblePunto altoDouble brideDoppel
Ponto alto triplo
PicotPicoPicotPicotPikot
AgulhaAgujaUncinettoCrochetHäkelnadel
CrochetarTejerLavorare all’Faire duHäkeln
PontoPuntoPuntoMailleMasche
CarreiraVueltaRigaRangReihe
RepetirVuelver a tomarRifetereSerréeWiederholen
Alça (do ponto)HebillaNodoBoueleSchlinge
Laçar na agulhaCrecido o / Basta aFilo Sull’unciettTourner jeter le filWenden umschlagen
PularRematarSaltarePasserüberschlagen
PróximoProximoProssimoSuivantNächte
Anterior ou ÚltimoÚltimoUltimoPrécédentVohergehend
DiminuirMenguarDiminuireDiminuerAbnehmen
AumentarAumentarAumentareAugmenterZunehmen
Anel, ArgolaAnilloAnelloRond ou CerelleRunde
Fechar em anelUnir formando anilloUnire ad anelloFormer un roundZum ring

sábado, 22 de junho de 2013

meias em tricõ com 4 agulhas

 olá amadinhas boa tarde aqui segue mais um par de meias feitas com 4 agulhas, espero que gostem eu amei fazer kkkkkkkkk
para quem quiser o grafico aqui segue , beijos
          
 Meias paraAdultos (para quem calça 36-37)
Regina Rogers
Início
Montar 56 p. na ag. e depois dividir entre 3 ag. 
(18p., 18p., e 20p. em cada uma). 
Fechar o círculo, tomando cuidado para não deixar 
torcer os p., e tricotar em círculo o cano da meia em 
barra 2x2 ou 1x1, até que meça 6 ou 7 cm. 
Dividir os p., para o calcanhar, da seguinte forma: 
28 p. na ag. n˚1 
14 p. na ag. n˚2 
14 p. na ag. n˚3 
Tornozelo
Com o lado do avesso virado pra você, trabalhe em 
carrreiras de ida e volta, nos 28 p. da ag. n˚1: 
1ª carr.: 1 p. sem fazer, 27 t. 
2ª carr.: *1 p. sem fazer, 1 m.* 
Repita essas duas carr. até que o tornozelo fique + 
ou – quadrado. Termine com uma carr. do avesso. 
Calcanhar 
Com o lado direito virado pra você, trabalhe em 
carrreiras de ida e volta: 
1ª carr.: 1 p. sem fazer; 15 m.; ssk; 1m. vire 
2ª carr.: 1 p. sem fazer; 3 t.; 2 j.t.; 1 t. vire 
3ª carr.: 1 p. sem fazer; 4 m.; ssk; 1 m. vire
4ª carr.: 1 p. sem fazer; 5 t.; 2 j.t.; 1 t. vire
5ª carr.: 1 p. sem fazer; 6 m.; ssk; 1 m. vire
6ª carr.: 1 p. sem fazer; 7 t.; 2 j.t.; 1 t. vire
7ª carr.: 1 p. sem fazer; 8 m.; ssk; 1 m. vire
8ª carr.: 1 p. sem fazer; 9 t.; 2 j.t.; 1 t. vire
9ª carr.: 1 p. sem fazer; 10 m.; ssk; 1 m. vire
10ª carr.: 1 p. sem fazer; 11 t.; 2 j.t.; 1 t. vire
11ª carr.: 1 p. sem fazer; 12 m.; ssk; 1 m. vire
12ª carr.: 1 p. sem fazer; 13 t.; 2 j.t.; 1 t. vire
15ª carr.: 16 m. 
Com o lado direito virado pra você, e usando a ag. que 
está na sua mão direita, e que está com os 16 p. que 
acabou de tricotar (ag. n˚1), levante 14 p. da lateral do 
tornozelo (total de 30 p. nessa ag.). 
Com uma outra ag. tric. os 14 p. de cada uma das 
outras duas ag. de tal forma que fique com os 28 p. na 
mesma ag. (ag. n˚2 = 28 p.) 
Agora, com a terceira ag. levante 14 p. da outra lateral 
do tornozelo e tric. 8 p. da ag. n˚1 (total de 22 p. 
nessa agulha = ag. n˚3). 
Nesta altura você deverá estar com 72 p. totais: 
22 p. na ag. n˚1 
28 p. na ag. n˚2 
22 p. na ag. n˚3 
Sola
1ª volta: m. 
2ª volta:
a. ag. n˚1: m. até os últimos 3 p., 2 j.m., 1 m. 
b. ag. n˚2: m. 
c. ag. n˚3: 1 m., ssk, m. até o fim 
Repita essas duas voltas até obter um total de 56 p. 
(14, 28, 14). 
Continue tric. em m. por 11 cm a partir de onde os p. 
foram levantados. 
Ponta dos Dedos
1ª volta:
a. ag. n˚1: m. até os últimos 3 p., 2 j.m., 1 m. 
b. ag. n˚2: 1 m., ssk, m. até os últimos 3 p., 2 j.m., 
1 m. 
c. ag. n˚3: 1 m., ssk, m. até o fim da ag. 
2ª volta: m. 
Repita essas duas voltas até obter um total de 16 p.
coloque 8 p. em cada ag. e costure com uma costura 
invisível (grafting). Pronto!
   
              Material:
Um jogo de agulhas (4 agulhas) de 2 pontas de 2.5
mm ou o número necessário para obter a amostra.
Lã apropriada para o n˚ de agulha
Amostra:
30 pontos = 10 cm
Legenda:
2 j.t. = dois pontos juntos em tricô
2 j.m. = dois pontos juntos em meia
p. = ponto
m. = ponto meia
t. = ponto tricô
carr. = carreira
ag. = agulha
ssk = diminuição virada para a esquerda. No vídeo
de meias de bebê mostro como fazer o ssk. 

sábado, 1 de junho de 2013

meias de tricô

olá amadinhas bom dia finalmente um sonho antigo tornado realidade, meu 1º par de meias feito com 5 agulhas kkkkainda tem muito para aprimorar, mas tenho tempo e o 2º par já esta nas agulhas kkkk, este será para o tamanho 39, em baixo segue o grafico de onde tirei
          
 Meias paraAdultos (para quem calça 36-37)
Regina Rogers
Início
Montar 56 p. na ag. e depois dividir entre 3 ag. 
(18p., 18p., e 20p. em cada uma). 
Fechar o círculo, tomando cuidado para não deixar 
torcer os p., e tricotar em círculo o cano da meia em 
barra 2x2 ou 1x1, até que meça 6 ou 7 cm. 
Dividir os p., para o calcanhar, da seguinte forma: 
28 p. na ag. n˚1 
14 p. na ag. n˚2 
14 p. na ag. n˚3 
Tornozelo
Com o lado do avesso virado pra você, trabalhe em 
carrreiras de ida e volta, nos 28 p. da ag. n˚1: 
1ª carr.: 1 p. sem fazer, 27 t. 
2ª carr.: *1 p. sem fazer, 1 m.* 
Repita essas duas carr. até que o tornozelo fique + 
ou – quadrado. Termine com uma carr. do avesso. 
Calcanhar 
Com o lado direito virado pra você, trabalhe em 
carrreiras de ida e volta: 
1ª carr.: 1 p. sem fazer; 15 m.; ssk; 1m. vire 
2ª carr.: 1 p. sem fazer; 3 t.; 2 j.t.; 1 t. vire 
3ª carr.: 1 p. sem fazer; 4 m.; ssk; 1 m. vire
4ª carr.: 1 p. sem fazer; 5 t.; 2 j.t.; 1 t. vire
5ª carr.: 1 p. sem fazer; 6 m.; ssk; 1 m. vire
6ª carr.: 1 p. sem fazer; 7 t.; 2 j.t.; 1 t. vire
7ª carr.: 1 p. sem fazer; 8 m.; ssk; 1 m. vire
8ª carr.: 1 p. sem fazer; 9 t.; 2 j.t.; 1 t. vire
9ª carr.: 1 p. sem fazer; 10 m.; ssk; 1 m. vire
10ª carr.: 1 p. sem fazer; 11 t.; 2 j.t.; 1 t. vire
11ª carr.: 1 p. sem fazer; 12 m.; ssk; 1 m. vire
12ª carr.: 1 p. sem fazer; 13 t.; 2 j.t.; 1 t. vire
15ª carr.: 16 m. 
Com o lado direito virado pra você, e usando a ag. que 
está na sua mão direita, e que está com os 16 p. que 
acabou de tricotar (ag. n˚1), levante 14 p. da lateral do 
tornozelo (total de 30 p. nessa ag.). 
Com uma outra ag. tric. os 14 p. de cada uma das 
outras duas ag. de tal forma que fique com os 28 p. na 
mesma ag. (ag. n˚2 = 28 p.) 
Agora, com a terceira ag. levante 14 p. da outra lateral 
do tornozelo e tric. 8 p. da ag. n˚1 (total de 22 p. 
nessa agulha = ag. n˚3). 
Nesta altura você deverá estar com 72 p. totais: 
22 p. na ag. n˚1 
28 p. na ag. n˚2 
22 p. na ag. n˚3 
Sola
1ª volta: m. 
2ª volta:
a. ag. n˚1: m. até os últimos 3 p., 2 j.m., 1 m. 
b. ag. n˚2: m. 
c. ag. n˚3: 1 m., ssk, m. até o fim 
Repita essas duas voltas até obter um total de 56 p. 
(14, 28, 14). 
Continue tric. em m. por 11 cm a partir de onde os p. 
foram levantados. 
Ponta dos Dedos
1ª volta:
a. ag. n˚1: m. até os últimos 3 p., 2 j.m., 1 m. 
b. ag. n˚2: 1 m., ssk, m. até os últimos 3 p., 2 j.m., 
1 m. 
c. ag. n˚3: 1 m., ssk, m. até o fim da ag. 
2ª volta: m. 
Repita essas duas voltas até obter um total de 14 p.
coloque 7 p. em cada ag. e costure com uma costura 
invisível (grafting). Pronto!
     
              Material:
Um jogo de agulhas (4 agulhas) de 2 pontas de 2.5
mm ou o número necessário para obter a amostra.
Lã apropriada para o n˚ de agulha
Amostra:
30 pontos = 10 cm
Legenda:
2 j.t. = dois pontos juntos em tricô
2 j.m. = dois pontos juntos em meia
p. = ponto
m. = ponto meia
t. = ponto tricô
carr. = carreira
ag. = agulha
ssk = diminuição virada para a esquerda. No vídeo
de meias de bebê mostro como fazer o ssk. 

domingo, 12 de maio de 2013

cobertura para o sofa

 olá amadinhas boa tarde , acabei de fazer estas cobertas para o meu sofá, fiz tipo retalhos
 aqui mostro o inverso das almofadas, ussei varios pontos que vcs foram enviando,ussei trico para a cobertura e croche para as almofadas. tambem fiz croche tunisiano
aqui é um chaveiro para o meu rodinhas,bom espero que gostem eu amei, beijos e feliz dia das mães.

sábado, 13 de abril de 2013

a Estrelinha com 7 meses

video
olá amadinhas boa tarde hoje fiz este vídeo com a minha amada Estrelinha a ajudar-me a aspirar , kkkkkkkkk

sábado, 23 de março de 2013

golas

 este é um lenço feito com fio quadriculado, oferecido pela querida Rosely, obrigada minha flor amei
 aqui tenho um casaco camisola feito com agulhas nº 6 e fio matizado
 este é um cachecol feito com fio surpresa, mas como podem ver só abri o fio no final do trabalho
finalmente uma gola maravilhosa feita com fio portugues, se chama fio de pescador. bom por agora é tudo beijos

domingo, 10 de março de 2013

anjo da guarda

olá meus amores, acabei hoje esta tela em acrílico, segui as cores que a Ritinha me recomendou, obrigada querida, agora fico a aguardar os vossos comentarios, beijos

cisnes apaixonados

olá amadinhas nossa faz tempo que não vinha ao meu blog, por motivos vários, mas enfim cá estou de novo e para ficar, amadinhas tentei fazer esta tela a representar um mar muito agitado, com o céu um pouco carregado,mas no meio um par de cistes apaixonados,me digam a verdade será que consegui? fico a aguardar as vossas respostas beijos mil

domingo, 28 de outubro de 2012

tapetes em croche

olá amigas boa tarde, faz tempo que por aqui não tenho passado, mas as coisas vão andando e aqui estou eu de novo, bom agora resolvi entrar numa de tapetes em croche , comecei por estes simples como podem ver o grafico eu mesma fiz,num papel quadriculado, ussei fio de algodão nº 6 e agulha de croche nº1,50, bom amadas beijos mil

sábado, 6 de outubro de 2012

casaquinho de bebe

 ola amigas bom dia, depois de uns tempos desaparecida, aqui estou eu com mais dois casauinhos de bebe que vai nascer nestes dias proximos
o 1º fiz a famosa receita hexagonal, o 2º comecei pela golinha e confeso que gostei muito de fazer este tipo da modelo, beijossssss

sábado, 22 de setembro de 2012

como fazer tapetes de arraiolos


TAPETES - PONTO ARRAIOLO

 "A verdadeira origem do Ponto de Arraiolos, que é uma variante do ponto cruz, ainda hoje é considerada um mistério, sabendo-se no entanto que foi divulgado na Península Ibérica pelos mouros.

O primeiro tapete conhecido, datado do século XII, encontra-se na catedral de Astorga, em Espanha e nele é bem visível um ponto igual ao que hoje se faz.

Nos finais do século XV, por mandato de D. Manuel I, são expulsas da Mouraria de Lisboa várias famílias mouriscas que viriam a fixar-se em Arraiolos, dedicando-se à manufactura de tapeçarias que chegaram até nós graças às mãos laboriosas de gerações de bordadeiras, com traços da vida da grande planície alentejana.

Os verdadeiros tapetes de Arraiolos, são pois, confeccionados desde tempos remotos nesta antiga vila que lhes deu o nome, e considerados como autênticas obras de arte. O ponto conhecido pelo nome de ponto grego ou ponto trança eslavo é executado em pura lã merino sobre tela.

Totalmente executados à mão, em todos os tapetes de Arraiolos pode-se notar o gosto e a personalidade da mulher portuguesa e alentejana que os confecciona, e o seu toque e cunho pessoais nos variadíssimos matizes e conjuntos de cores.

À parte da técnica de fabricação, no que diz respeito à organização pré-decorativa dos tapetes, as regras e princípios adoptados são originários da Pérsia, no entanto as decorações não têm esta origem.

Actualmente podemos encontrar Tapetes bordados com os mesmos motivos usados no século XVII, como por exemplo o Correntes e o Anjos, ou no século XVIII, como é o caso do Seminário, já no século XIX temos o Flores, o Bonecos e o Seteais. No entanto, uma panóplia de novos motivos têm surgido, mas no fundo o fundamental é manter a técnica de bordar intacta para que se evite perder este ícone cultural, como a arte de bem bordar os originais tapetes de Arraiolos pelas preciosas mãos das Tapeteiras desta zona.

Na tentativa de classificar os tapetes, estes têm sido agrupados por épocas:

A 1ª Época corresponde ao séc. XVII, caracterizada pela influência persa na composição decorativa: flor de palmeira, arabescos, palmetas, nuvens, etc. e por alguns motivos geométricos inspirados em mosaicos e azulejaria, sendo o bordado feito sobre linho.

A 2ª Época corresponde aos dois primeiros terços do séc. XVIII, na qual predominam desenhos de inspiração popular enriquecidos com motivos orientais. Surgem os animais, figuras humanas, juntamente com elementos florais. Este foi o período florescente da indústria artesanal em Arraiolos.

A 3ª Época corresponde aos finais do séc. XVIII e ao séc. XIX, desaparecendo os motivos orientais, os arabescos e, progressivamente, os motivos populares, em favor de grandes ramagens e motivos florais, sendo a composição menos densa.

Em meados do séc. XIX, a indústria entrou em decadência, chegaram a desaparecer por completo as oficinas, ficando apenas algumas bordadeiras que trabalhavam por sua conta, nas suas casas ou nas casas dos seus clientes. Foram estas mulheres que, transmitindo a técnica de mães para filhas, tornaram possível o renascimento desta arte já no séc. XX.

Actualmente, bordam-se, com o ponto de Arraiolos, desenhos antigos e modernos, de todas as origens e de todos os estilos. No entanto, os criadores de desenhos para tapetes nem sempre podem ser felizes nas suas composições originais, pois é uma actividade que muito depende do talento.

São diversos e complexos os problemas actuais que se põem a esta actividade, resultantes fundamentalmente da massiva industrialização verificada nos anos 80 e princípios da década de 90. A manutenção da autenticidade e genuinidade regional dos Tapetes de Arraiolos, a dignidade profissional da actividade das artesãs, a protecção da denominação de origem, são os desafios fundamentais no presente, sem fechar portas às evoluções de estilo características das artes vivas.

in CATA - Centro de Apoio às Tapeteiras de Arraiolos"

fonte: http://www.flogao.com.br/comalmalusa/128184847


DICAS:
1- Posterior ao começo do trabalho com fio de lã contrastante, para trabalhar sempre no mesmo sentido.
2- Inicie o trabalho pelo contorno do tapete (quadrado ou retangular), podendo trabalhar em todos os sentidos, porém o fundo tem que seguir um único sentido para que os fios fiquem uniformes.
3 -Tapetes redondos, é necessário que se escolha o sentido em que vai começar o trabalho e seguir sempre nesta posição, tanto para o contorno quanto o bordado em si.


Ponto Arraiolo.
DICAS: Para começar o trabalho, dê alguns pontos na tela ou talagarça e comece a bordar por cima deste fio para escondê-lo.
1. Trabalhe de cima para baixo.
2. Forme meio ponto.
3. Complete o Xis.
4. Passe por cima dele e volte ao centro.
DICA: Antes do fio acabar, passe-o por dentro dos pontos já bordados e esconda a ponta do fio.
DICA: Antes de iniciar o trabalho definitivo, comece treinando em um pequeno pedaço de talagarça ou juta, quando sentir que já esta apta, ou seja os pontos estão uniformes sem falhas, inicie o seu tapete artesanal, com certeza seu trabalho será magnífico.

fonte: http://tapetes-croche.com/category/ponto-de-arraiolos
Rosa

domingo, 19 de agosto de 2012



Como também faço tricô Circular
Compartilho algumas dicas!

O INICIO

O tricô circular pode ser feito com:
- 4 agulhas retas (ou mais)
- ou com agulha circular (foto)

Para fazer trabalho em que o resultado é um circulo,
como gorros , chapéus, tolhas e almofadas,
no inicio, precisa usar as 04 agulhas,
mas depois, pode seguir trabalhando assim,
ou trocar para a agulhas de 02 pontas.
 para fazer trabalho em que o resultado é parecido com um tubo,
como punhos, golas e ponchos,
pode usar qualquer dos 02 tipos de agulhas, desde o inicio.




COMO FAZER? 
Seguem linques para blogues ótimos,
chegando lá encontram PAPs em fotos e vídeos com os primeiros passos:
MaweLucky
Pequenos Pontos
Tricô E Mais Tricô

E aqui tem página com receitas:
- de um motivo (lindo) Knitting-and.com
- de chapéu infantil Aula de Tricô
- de meias Channel


FERRAMENTAS
Tem muita coisa na net, mas a maioria é em inglês,
E como para entender PAPs não é necessário saber a lingua,
Use o google ou outro mecanismo de pesquisa para descobrir mais:
- em português pesquise por: "tricô circular"
- e em inglês pesquise por "knitting around"

Neste site tem tradução de tricotes para o inglês
Linhas Imaginarias
e neste outro, em inglês, espanhol e francês
Garnstudio

Em alemão tem lindas coisas tambem/
(quem conhecer linque para o tricotês alemão, avise que publico aqui ok?)

CURIOSIDADES
Faça as suas próprias agulhas!
ver PAP ...

Faça tricô circular com os dedos:
veja ...

E tem maquininhas para fazer!
Encontrei 03 modelos:
Muellerman.net
Brico-line.com
Macati
Afair
Videos

sábado, 18 de agosto de 2012

esta é uma sacolinha tira colo, ussei barbante fiz tambem a olho e forrei com tecido super facil, beijos
olá amadinhas boa tarde mais uns trabalhinhos terminados, este é um casaquinho leve para colocar em cima de uma blusa de alsas, é super facil de fazer,não tenho grafico pois fiz a olho mesmo, mas são paus altos com 9 laçadas, espero que gostem beijos.

  bom amigas a pedido de algumas aqui vou tentar fazer um pap kkkkkkkkkkk, comecei pelas costas, para isso fiz um cordão com 70 malhas, 
1ª carreira fiz 70 malhas em ponto baixisimo
2º carreira  fiz um cordão com 10 malhas e dei 9 laçadas na agulha, assim fiz ate final da carreira, ou seja no total ficaram 70 paus altos com 9 laçadas.
3ª carreira e todas impar igual á 1ª
todas as voltas par, iguais á 2ª.
quando atingi a altura das costas, dividi o trabalho ao meio e fiz a frente, uma parte de cada vez, sendo que no decote fiz uma diminuição ligeira,de seguida é só unir os lados e deixar espaço para os braços, beijos
Rosa

sábado, 4 de agosto de 2012

 olá amadinhas bom dia, acabei esta blusa este fim de semana, amei fazer ela
ussei fio de algodão e agulha de croche nº 2 segue tambem o grafico para quem quiser fazer beijos .

sábado, 28 de julho de 2012


caminhada á peninha 2012 julho 033.jpg
olá amadinhas bom dia, acabei esta semana mais uma golinha, ussei fio de pescador, é um fio pesado mas fino, muito brilhante e por isso ficou um trabalho muito bonito, espero que gostem, beijossssssssss 

domingo, 15 de julho de 2012


bolero cinza 01
Aproveite o inverno e confira o passo a passo para confecção de um boleto de lã. É fácil e não requer prática com trabalhos em fio. Veja:
Você vai precisar de:
  • 1 nov. de fio (foi usado o Pinguoin Bruma)
  • agulha para tricô nº 4 1/2
Pontos utilizados:
  • Ponto tricô: direito e avesso em tricô.
  • Ponto fantasia: siga o gráfico.
  • Barra 2/2: * 2 t.; 2 m.*.
  • Mate duplo: tirar 2 p. sem fazer em meia, tric. o p. seguinte em meia e passar os 2 p. sem fazer sobre o tric.
Modo de fazer:
Monte 53 p. e tric. em barra 2/2. A 6 cm do começo, contine em p. fantasia começando e terminando com 5 p. em p. tricô. A 72 cm do começo, continue em barra 2/2. A 78 cm do começo, rem. acompanhando os p.
Modo de montar:
Dobre a peça pronta, no sentido do comprimento e fechar 17 cm de cada lado.
Gráfico:

sábado, 14 de julho de 2012

ola amadinhas boa tarde, segue mais uma golinha feita em trico, ussei fio sem nome pois já tenho ele á uns anos e perdi a etiqueta kkkkkkkkkkk, ussei agulhas nº4, vamos á receita, 
  colocar na agulha malhas múltiplo de 3 + 2 para as aureolas
1º volta  1 tricô, 1 laçada,2 tricô juntos
2ª volta  tudo meia
voltas seguintes sempre iguais á 1ª e 2ª
 beijos e boaas tricotadelas
 
caminhada á peninha julho 2112 028.jpg

sábado, 7 de julho de 2012


Amostra do Ponto Astrakan ou Trindade tecida com o fio Inspiração e agulha 4.5 mm.
Para tecer o ponto Astrakan ou Trindade você vai precisar montar uma quantidade de pontos divisível por 4 mais as bordas.
1ª carr. (direito do trabalho): toda em tricô
2ª carr.: *(1 m., 1 t., 1 m) tecidos no mesmo ponto; 3 p. juntos em t.* , repita de * a *.
3ª carr.:  toda em t.
4ª carr.: *3 p. juntos em tricô;  (1 m. 1 t., 1 m.) tecidos no mesmo ponto;  repita de * a *
ta as carreiras de 1 a 4.
Rosa